Itu atingirá 100% de tratamento de esgoto em 2018 com inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto Pirajibu - CIS
16204
post-template-default,single,single-post,postid-16204,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Itu atingirá 100% de tratamento de esgoto em 2018 com inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto Pirajibu

Após longa paralisação das obras, a Companhia Ituana de Saneamento obteve documentos necessários para inaugurar a nova ETE.  

A CIS – Companhia Ituana de Saneamento e a Prefeitura da Estância Turística de Itu inauguram neste dia 02 de fevereiro a nova Estação de Tratamento de Esgoto Pirajibu, atendendo toda região do Distrito do Pirapitingui. Universalizando, portanto, o serviço de tratamento de esgoto da cidade, elevando o município a se tornar em poucos meses a 16º cidade brasileira com mais de 100 mil habitantes a ter 100% de seu esgoto tratado [Dado do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento –  2015] e a 10º entre os 75 municípios com mais de 100 mil habitantes no Estado de São Paulo [Dados da Fundação SEADE  – 2016].

A ETE Pirajibu tratará o esgoto a nível terciário, isto é, com remoção de nitrogênio e fósforo, além da matéria orgânica. Trata-se de um sistema de lodos ativados com tecnologia avançada de remoção de nitrogênio por nitrificação/desnitrificação simultâneas e de remoção de fósforo por dosagem de cloreto férrico. Este processo de tratamento é exclusivamente de natureza biológica, onde a matéria orgânica é depurada, por meio de colônias de microrganismos heterogêneos específicos, na presença de oxigênio. Essas colônias de microrganismos formam a massa denominada de lodo ativado. O desenvolvimento dos microrganismos que atuam neste tipo tratamento do esgoto demora de dois a três meses.  A ETE Pirajibu receberá os dejetos do Pirapitingui e passará por este período de ‘maturação’ antes de iniciar o tratamento efetivo do esgoto.

Vincent Menu, superintendente da CIS, destaca que a nova ETE tem capacidade de tratar os esgotos de uma população de 60.000 habitantes, com uma vazão média de 100 l/s. Numa etapa futura, já projetada, serão atendidos 90.000 habitantes.

Para o prefeito Guilherme Gazzolla, a inauguração da ETE Pirajibu é um marco entre as cidades da região e reflete a preocupação da prefeitura de Itu com o meio ambiente. Ele ressalta também a ótima administração da CIS para colocar a estação em funcionamento. “As obras estavam paradas e estava difícil conseguir as licenças ambientais necessárias para inaugurar a ETE. Graças ao trabalho da CIS junto à CETESB [Companhia Ambiental do Estado de São Paulo], conseguimos fazer todos os licenciamentos e agora vamos colocar a estação em atividade. Em breve teremos  Itu com esgoto 100% tratado”.