Com 2,3 quilômetros, CIS integra nova Adutora Vila Martins à rede de distribuição do Pirapitingui - CIS
19070
post-template-default,single,single-post,postid-19070,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.7.0,vc_responsive
 

Com 2,3 quilômetros, CIS integra nova Adutora Vila Martins à rede de distribuição do Pirapitingui

Tubulação garante mais uma fonte de água tratada – com mais pressão – para os bairros Vila Vivenda, Vila Martins, Portal do Éden, Alpes 1 e 2, Village Castelo e City Castelo.

Diante da pior estiagem dos últimos 91 anos, a CIS – Companhia Ituana de Saneamento segue com as obras necessárias para garantir abastecimento de água para a população. E no Pirapitingui, uma ação importante será concluída no dia 10 de agosto: a integração da nova Adutora Vila Martins à rede de distribuição de água.

Com 2,3 quilômetros de extensão, esta tubulação vai interligar a Estação de Tratamento de Água do Pirapitingui à região do Portal do Éden. Ou seja, os bairros Vila Vivenda, Vila Martins, Portal do Éden, Alpes 1 e 2, Village Castelo e City Castelo terão mais uma fonte de abastecimento, garantindo também mais pressão para distribuição. Atualmente, estas localidades são abastecidas apenas pela ETA do Portal do Éden, de menor capacidade.

A Adutora Vila Martins faz parte do projeto de setorização de redes do Pirapitingui, que ainda inclui instalação de registros e medidores nas redes de distribuição, melhorias na parte hidráulica do reservatório de água tratada do Jardim Europa e a instalação de uma bomba (booster) no mesmo local para incrementar a pressurização das ruas mais altas e pontas de rede. Ao todo, 14 bairros serão beneficiados em uma região com mais de 40 mil habitantes.

Estamos atuando em todas as regiões da cidade para ampliar as melhorias já iniciadas em 2017, com a criação da CIS. E o apoio da população neste período de seca é fundamental. O consumo consciente de água deve ser mantido todos os dias”, afirma o superintendente da CIS, Reginaldo Santos.