Com grandes obras e ações em todos os meses do ano, CIS comprova melhoria do saneamento em Itu - CIS
16881
post-template-default,single,single-post,postid-16881,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.4,vc_responsive
 

Com grandes obras e ações em todos os meses do ano, CIS comprova melhoria do saneamento em Itu

Durante 2018, a autarquia concluiu novas redes, adutoras, estação de tratamento de esgoto e ainda fez melhorias de infraestrutura em diversos pontos da cidade.

Foi um ano de muito trabalho e com grandes inaugurações. A CIS – Companhia Ituana de Saneamento fecha 2018 destacando as ações concluídas – mês a mês – que comprovam a melhoria do serviço de saneamento em toda a cidade. Com a maior frente de obras dos últimos 20 anos, a autarquia comemora resultados positivos desde que assumiu a gestão dos serviços em fevereiro de 2017.

Em janeiro, a CIS concluiu a Estação de Tratamento de Esgoto Pirajibu no Distrito do Pirapitingui. Por conta desta obra, a cidade tratará 100% de seu esgoto coletado em 2019. Em fevereiro, foi iniciada a construção do novo reservatório de água tratada no bairro Rancho Grande. No primeiro bimestre do próximo ano, Itu terá mais três milhões de litros de água tratada armazenada para abastecimento da população. Em março e abril, a autarquia iniciou grandes ações visando o consumo consciente de água, como o lançamento da campanha “A Água é de Todos e Cada Um Deve Fazer a Sua Parte”. Prevendo a pior estiagem desde 1961, a CIS pediu a colaboração de todos neste desafio. Em maio e junho, a companhia investiu em capacidade energética, instalando cabines de energia no Sistema Mombaça/Pau D´Alho e também geradores em suas operações, melhorando a performance de todo o sistema ituano. Em julho, destacaram-se a troca de 200 metros em rede de água na Vila Leis e também a intensificação das ações focadas na redução do consumo de água nos imóveis. Em agosto, um marco histórico para a cidade: foi inaugurada a Adutora Mombaça. Desta vez completa, a captação de água neste sistema saltou de 80 litros de água por segundo para 280. A finalização da obra foi fundamental para o anúncio seguinte: “CIS descarta racionamento de água em Itu neste ano”. As obras continuaram em setembro e outubro. Foi iniciado o desassoreamento da Bacia do Gomes, a ser concluído no primeiro bimestre de 2019. Além disso, uma reforma geral na captação do Fubaleiro foi concluída. No local também são extraídos 280 litros de água por segundo para abastecimento da população. Concomitante à estas ações, a CIS formalizou uma parceria com a COMAREI – Cooperativa de Materiais Recicláveis de Itu visando aumentar a coleta de óleo e itens recicláveis em Itu. A ação segue em dezembro e janeiro. Por fim, a autarquia fechou seu grande ciclo de obras com a instalação de nova rede de abastecimento na região central histórica de Itu. Uma antiga reivindicação, agora atendida pela CIS, que melhorou a qualidade e a pressão da água de centenas de munícipes.

De acordo com o superintendente da CIS, Vincent Menu, a frente de obras segue plenamente no próximo ano. Será iniciada a construção uma nova adutora para a nova captação de água do Pirajubu. Com capacidade similar ao Mombaça, a obra beneficiará todo o Distrito do Pirapitingui. A companhia ainda deve viabilizar os recursos para um projeto especial que irá resolver os problemas de abastecimento de água na Vila Ianni, Vila Mariah e Vila Progresso. Outras ações, com recursos já garantidos, envolvem melhoria da eficiência energética na Estação de Tratamento de Água do Pirapitingui, reforma das ETAs – com troca de filtros para melhorar capacidade de tratamento e qualidade da água. A autarquia também iniciará um projeto especial para maior controle de vazão dos mananciais e também redução de perdas no abastecimento de água em Itu.

“Este ano vencemos grandes desafios como o de superar a maior seca desde 1961 sem adotar nenhum tipo de racionamento. Resultados de um trabalho sério voltado para obras que garantiram a segurança do abastecimento da população. E o trabalho segue em 2019 com mais investimentos que vão garantir mais segurança no abastecimento da população”, conclui Menu.