Companhia Ituana de Saneamento conclui instalação de estrutura metálica de 50 metros para passagem da Adutora Mombaça - CIS
16619
post-template-default,single,single-post,postid-16619,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Companhia Ituana de Saneamento conclui instalação de estrutura metálica de 50 metros para passagem da Adutora Mombaça

Operação de sucesso realizada em três dias no bairro Santa Laura é mais um passo importante para aumentar a captação de água bruta de 80 litros por segundo para 280 litros neste sistema.

Nos dias 23, 24 e 25 de julho, a Companhia Ituana de Saneamento – CIS executou uma operação importante para instalar uma estrutura metálica de 50 metros para passagem da Adutora Mombaça ao lado da ponte localizada no bairro Santa Laura, em Itu (SP).

A execução da obra foi um sucesso. Primeiramente, dentro da Estação de Tratamento de Água do Rancho Grande, a estrutura de 10 toneladas foi dividida em três partes. Depois, três carretas transportaram cada parte, com segurança, até o local da instalação. Os componentes e os canos da adutora foram soldados e uma operação feita com guindastes colocou a estrutura, agora com 20 toneladas, no local exato para passagem da Adutora Mombaça.

“Em três dias concluímos esta obra, que representa o marco inicial do novo trecho da adutora construído pela CIS entre a ponte do bairro Santa Laura e a ETA Rancho Grande. Agora, vamos concluir as ligações de rede na estrutura e poderemos aumentar a captação de água bruta de 80 litros por segundo para 280 litros”, destaca o superintendente da CIS, Vincent Menu.

Histórico – Promessa de antigas gestões, a Adutora Mombaça nunca foi concluída. Desde que a CIS assumiu a gestão do saneamento da cidade, há 17 meses, foram feitas intervenções para captação de água bruta do Ribeirão Mombaça pela primeira vez em dezembro de 2017, com capacidade reduzida. Ao mesmo tempo, a autarquia iniciou e concluiu a construção de casas de energia para eletrificação do sistema – que envolve a captação de água bruta do Pau D´Alho – e finalizará a Adutora Mombaça na primeira semana de agosto, para utilização do sistema em capacidade máxima.

Outra ação importante feita pela CIS envolve a recuperação das margens do ribeirão Mombaça no início da captação. Com falhas no projeto inicial, o local sofria com erosões e um sistema de bombas quase foi perdido. “A restauração das margens deve ser finalizada até o final deste ano, fechando com chave de ouro as obras essenciais deste importante projeto em prol do abastecimento de Itu”, afirma Menu.