Companhia Ituana de Saneamento conclui reforma completa da captação de água bruta "Fubaleiro" - CIS
17477
post-template-default,single,single-post,postid-17477,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive
 

Companhia Ituana de Saneamento conclui reforma completa da captação de água bruta “Fubaleiro”

Apesar de fornecer 280 litros de água por segundo e ser considerada a maior captação da cidade ao lado do Sistema Mombaça, local foi abandonado por antigas gestões e corria risco de desabamento.

Quando assumiu a gestão dos serviços de saneamento da cidade em fevereiro de 2017, a CIS – Companhia Ituana de Saneamento encontrou a até então maior captação de água de Itu completamente abandonada. A Estação Elevatória de Água Bruta Fubaleiro – que oferece 280 litros de água por segundo para abastecimento da população – corria risco de colapso da estrutura civil de sua casa de bombas. O desabamento era iminente. Por esta razão, a autarquia acelerou a conclusão do Sistema Mombaça em 2018 – que possui mesma capacidade de captação – e então teve a segurança hídrica necessária para iniciar uma reforma mais completa e profunda no Fubaleiro.

O trabalho foi iniciado em outubro de 2018. A equipe da CIS restaurou a casa de bombas, fez reforços de fundação, trocou das estruturas hidráulicas da captação, instalou novas bombas, reformou adutoras e ainda refez todo o sistema de painéis elétricos e redes de fiação.  Por fim, realizou a pintura completa da estação.

“O último registro de obras no Fubaleiro é de 1998. É inadmissível que outras gestões não tenham tido o cuidado necessário com uma captação tão importante para o abastecimento da população ituana. A comparação do antes e depois das obras é surpreendente”, pontua o Prefeito de Itu, Guilherme Gazzola. “Hoje, com o esforço e muito trabalho da equipe da CIS demos mais um passo para garantir água o ano todo nas torneiras da população”, destaca.

O superintendente da CIS, Vincent Menu, ainda ressalta que qualquer problema com a captação do Fubaleiro antes de agosto de 2018 resultaria na redução de 50% da capacidade de abastecimento da cidade de Itu. “No entanto, graças a inauguração do Sistema Mombaça, operando em plena capacidade, conseguimos suprir a distribuição de água durante o necessário período de obras, agora concluídas”, comemora.

Reforma do Fubaleiro

Quando assumimos gestão dos serviços de saneamento da cidade em fevereiro de 2017, encontramos a até então maior captação de água de Itu completamente abandonada. A Estação Elevatória de Água Bruta Fubaleiro – que oferece 280 litros de água por segundo para abastecimento da população – corria risco de desabamento. Por esta razão, aceleramos a conclusão do Sistema Mombaça em 2018 – que possui mesma capacidade de captação – e então tivemos a segurança hídrica necessária para iniciar uma reforma mais completa e profunda no Fubaleiro. O trabalho foi iniciado em outubro de 2018. Restauramos a casa de bombas, fizemos reforços de fundação, trocamos as estruturas hidráulicas da captação, instalamos novas bombas, reformamos adutoras e ainda refizemos todo o sistema de painéis elétricos e redes de fiação. Por fim, realizamos a pintura completa da estação. Hoje temos uma captação praticamente nova e pronta para atender a população. O fantasma da falta de água que assombrou a cidade durante tantos anos, principalmente em 2014, foi definivamente deixado para trás. Veja o vídeo e confira mais detalhes desta conquista. #CISitu

Posted by CIS – Companhia Ituana de Saneamento on Monday, January 27, 2020