Itu tem o melhor índice de atendimento à população com abastecimento de água entre os municípios do Estado de São Paulo - CIS
18260
post-template-default,single,single-post,postid-18260,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.7.0,vc_responsive
 

Itu tem o melhor índice de atendimento à população com abastecimento de água entre os municípios do Estado de São Paulo

Última atualização divulgada pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, do Ministério das Cidades, ainda aponta bons números nas áreas de coleta e de tratamento de esgoto.

O relatório final com as análises do Programa Parcerias Municipais | Aliança Estado-Municípios aponta Itu como a cidade com o melhor índice de atendimento por serviço de abastecimento de água entre as 645 cidades do Estado de São Paulo. Com 100% de atendimento da população de 172.268 habitantes, a cidade liderou o ranking estadual em 2018, de acordo com dados divulgados pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) por meio do Ministério das Cidades, do Governo Federal.

Os índices de atendimento de esgoto sanitário (coleta) e tratamento também são positivos. Itu alcançou 93,2% da população atendida por serviço de atendimento de esgoto em 2018. Já o índice de tratamento atingiu 89,7%. Ambos porcentuais são maiores que a média dos 645 municípios paulistas.

O superintendente da CIS – Companhia Ituana de Saneamento, Vincent Menu, destaca que os dados refletem a eficiência no trabalho da autarquia desde o início de sua gestão em 2017, “com investimentos importantes e planejamento focado no crescimento demográfico da população”.

Trabalho constante

Para manter o índice de atendimento por serviço de abastecimento de água e melhorar os índices referentes a coleta e tratamento de esgoto, a CIS planeja frentes de obras em ambas as áreas. Destacam-se a ampliação da Estação de Tratamento de Água do Rancho Grande, a nova captação de água Cajuru, a construção de um novo reservatório de água tratada com a capacidade para dois milhões de litros, a finalização dos trabalhos na Estação de Tratamento de Esgoto Pirajibu e a construção do interceptor de esgoto na bacia do Itaim Mirim. São 20km de redes coletoras no total.