Prefeitura de Itu e CIS suspendem o rodízio de água na região do Pirapitingui, limítrofe à Sorocaba - CIS
19453
post-template-default,single,single-post,postid-19453,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.9.0,vc_responsive
 

Prefeitura de Itu e CIS suspendem o rodízio de água na região do Pirapitingui, limítrofe à Sorocaba

Sistema de abastecimento na região central será reavaliado na próxima semana, com perspectiva positiva. Fiscalização contra desperdício e aplicação de multas é mantida.

A Prefeitura de Itu e a CIS – Companhia Ituana de Saneamento anunciam que com o restabelecimento dos níveis dos mananciais no Pirapitingui, o rodízio de abastecimento está suspenso na região a partir de hoje (12/01). O Sistema Pirajibu – inaugurado pela CIS em 2020 – garantiu segurança para o abastecimento dos munícipes durante os momentos de maior desafio. Hoje ele segue como grande trunfo ao lado das bacias do Varejão e São Miguel, que já operam com 100% de capacidade.

Bairros com liberação do abastecimento: Cidade Nova, Portal do Éden, Vila Vivenda, Vila Martins, Alpes, Jardim Novo Mundo, Jardim União, Jardim Europa, Residencial Penha de França Hospital do Pira, Village Castelo, City Castelo e Alphaville, CDM e AME.

O prefeito de Itu, Guilherme Gazzola, ressalta que a adoção do sistema do rodízio em 2021, em momento oportuno e com responsabilidade, possibilitou a liberação do abastecimento de água na região do Pirapitingui já no início deste ano. Na próxima semana, o sistema de abastecimento na região central será reavaliado, com perspectivas positivas. “Ao agirmos com cautela diante da pior seca dos últimos 90 anos, pudemos nos preparar para garantir o abastecimento de água com maior tranquilidade em 2022. Certamente teremos boas notícias nos próximos dias”, pontua o chefe do executivo.

Reginaldo Santos, superintendente da CIS, explica que a suspensão do rodízio na região central depende dos avanços das obras de melhoria do Sistema Mombaça – inaugurado pela CIS em 2018. “A situação dos mananciais que abastecem a região central é positiva. Contudo, antes de contarmos totalmente com estas reservas, precisamos finalizar a otimização do Mombaça – que está recebendo novas bombas e painéis elétricos. Esta captação não seca e garantiu que cidade não vivesse o caos de 2014 após o longo período de seca que enfrentamos no ano passado”.

Santos pondera que a fiscalização contra o desperdício de água e aplicação de multas será mantida durante 2022 – mesmo com a suspensão do rodízio. “É preciso salientar que as pessoas que não fizerem o uso consciente da água serão multadas. Apenas com a colaboração de todos será possível manter o sistema de abastecimento de água de forma amena”.

Represa do Braiaiá
No último domingo (09/01), a represa do Braiaiá foi rompida. Contudo, devido ao rápido trabalho de contenção e recuperação da bacia, foi possível estancar a saída de água da represa, que poderá ser utilizada novamente a partir da próxima semana.

“Por meio de análise técnica, será possível ampliar a capacidade desta represa por meio de desassoreamento e da construção de nova barragem. Os projetos já estão em andamento”, destaca Guilherme Gazzola. “Diante de uma crise, é preciso enxergar novas oportunidades de trabalho. A CIS promove ações com benefícios de longo prazo para a população”, finaliza o prefeito de Itu.