Companhia Ituana de Saneamento inicia construção de nova Estação de Tratamento de Água - CIS
21605
post-template-default,single,single-post,postid-21605,single-format-standard,_masterslider,_ms_version_3.9.10,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-7.7,vc_responsive
 

Companhia Ituana de Saneamento inicia construção de nova Estação de Tratamento de Água

ETA será alocada na sede da autarquia, no bairro Rancho Grande, ao lado das operações já existentes. Equipamento irá tratar até 140 litros de água por segundo.

A partir da próxima semana, a CIS – Companhia Ituana de Saneamento dará início à construção de uma nova estação de tratamento de água em sua sede, situada no bairro Rancho Grande.  Esta obra visa aumentar a capacidade de tratamento, com o equipamento projetado para processar até 140 litros de água por segundo.

A nova estação será integrada às operações já em funcionamento no local, aumentando a capacidade total de tratamento da ETA Rancho Grande de 600 para 740 litros por segundo. Segundo o superintendente da CIS, Reginaldo Santos, essa obra é crucial para adequar a estação às demandas emergentes, principalmente com a chegada prevista de mais 600 litros de água bruta por segundo, provenientes do novo Sistema Utu-Guaçu, além das captações já existentes.

“Atualmente, a ETA Rancho Grande atende mais de 120 mil pessoas na região central de Itu, sendo considerada a principal estação da cidade”, explica Santos. “A ampliação visa acompanhar o crescimento do município e aumentar a capacidade de tratamento de água bruta, especialmente com a implementação do Sistema Utu-Guaçu”.

Santos complementa que “o trabalho para garantir água na torneira de todos precisa continuar. Os colaboradores da CIS estão orgulhosos em participar deste momento histórico e resolutivo sobre a questão da água na cidade”.

Histórico – A Estação de Tratamento de Água Rancho Grande passa por processo de ampliação e modernização desde 2018. As melhorias incluem a construção de um novo reservatório com capacidade para três milhões de litros, instalação de macromedidores, implementação de quatro novos filtros, reforma de todos os filtros e decantadores, além de melhorias na infraestrutura civil e no laboratório de análises.