Sistema Utu-Guaçu: CIS conclui 50% do assentamento de tubos e testa painéis elétricos - CIS
21033
post-template-default,single,single-post,postid-21033,single-format-standard,_masterslider,_ms_version_3.9.10,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-7.7,vc_responsive
 

Sistema Utu-Guaçu: CIS conclui 50% do assentamento de tubos e testa painéis elétricos

Adutora de 22 km ficará pronta em janeiro de 2024. Ao mesmo tempo, a autarquia municipal testa equipamentos e acelera obras no local da captação de água bruta.

Nesta semana, a CIS – Companhia Ituana de Saneamento atingiu a marca de 50% do assentamento dos tubos que compõem a adutora de 22 km do Sistema Utu-Guaçu. Ao todo, foram utilizados mais de 1610 tubos, atingindo uma extensão de 11,5 quilômetros. Esta frente de obras será finalizada em janeiro de 2024.

Painéis Elétricos – Na quarta-feira (27/09), engenheiros da CIS estiveram presentes em Jaraguá do Sul (SC) para realizar testes dos painéis elétricos que serão instalados dentro da casa de bombas do novo Sistema Utu-Guaçu. Esta parte do projeto civil inclui a estrutura de captação de água bruta, a partir do Ribeirão Mombaça. Por meio de uma tubulação, a água chegará até a casa de bombas, que terá três equipamentos de 1100 cv. O funcionamento das bombas e outros componentes está garantido com a utilização dos painéis elétricos, que possuem 7 metros de comprimento e 2,5 metros de altura.

O superintendente da CIS, Reginaldo Santos, enfatiza que, embora a atual fase das obras do novo Sistema Utu-Guaçu possa causar transtornos para a população, em particular na Estrada do Pau D’Alho e nos bairros Santa Laura, São Judas, Rancho Grande e adjacências, os benefícios a longo prazo serão significativos. Ele destacou: “A execução de uma obra é semelhante à reforma de uma casa. Gera inconvenientes, mas traz benefícios duradouros. Assim é o Sistema Utu-Guaçu, que possibilitará o atendimento de 100% da demanda de água em Itu”.